A Bíblia e o facebook: compartilhando e curtindo a Palavra de Deus

Jessé Fogaça

A linguagem é um elemento essencial da comunicação. É por meio dela que expressamos nossas ideias, pensamentos e estabelecemos os diversos tipos de contato entre pessoas que compartilham do mesmo código. Ela é o primeiro e mais importante meio de interação social, educacional, econômica ou mesmo para manifestarmos os nossos traços mais básicos de identidade e personalidade. Por isso se torna sine qua non na atividade missionária o estudo e conhecimento da língua do seu povo alvo.

A Bíblia é a única e suficiente fonte de informações a serem transmitidas pelo missionário. Sem a Palavra de Deus, o missionário não tem uma mensagem a levar, pregar ou ensinar. Na verdade, se as verdades bíblicas não existissem, não haveria missionário ou missão alguma a ser realizada. Sendo assim, há o compromisso do missionário em ser fiel à mensagem bíblica a ser transmitida ao povo em que ele está inserido. Para que haja uma compreensão deste conteúdo, é necessário que esta comunicação seja efetivada na mesma linguagem falada pelo povo, afim de que a transmissão da mensagem seja realizada com sucesso.

Tradicionalmente, é muito comum a crença de que os 66 livros bíblico devem existir aprisionados dentro de uma capa preta. No entanto, nem todos os povos enxergam a realidade da mesma forma. Existem hoje traduções bíblicas que atendem a povos de tradição oral ou em formato audiovisual ou mesmo apenas visual, como as línguas de sinais. O simples fato de se imprimir livros bíblicos separados é motivo de celeuma. Esses canais de comunicação das Escrituras usam diferentes formas de transmissão da mensagem sem que a fidelidade às Escrituras seja comprometida. Trata-se da mesma mensagem transmitida por meio de diferentes veículos ou canais comunicativos.

Nos nossos dias, temos visto o avanço quantitativo e qualitativo do chamado ciberespaço. Alocado em um universo virtual, há nele bilhões de pessoas que, diariamente, navegam em busca de notícias, fotos, vídeos ou informações. Se considerarmos apenas o Facebook, ele é hoje a maior rede social existente, crescendo gradualmente o seu número de acessos e participantes tanto ativos como passivos. Nesse universo há uma cultura, linguagem e ética própria, as quais são respeitadas e praticadas por aqueles que estão grudados por horas em uma tela de computador, tablet ou celular.

Após uma viagem para as montanhas de Timor-Leste, num lugar distante, frio e afastado das peculiaridades de um contexto urbano, encontrei um timorense que disse me “seguir” no facebook. Como pode aquele homem que não tem saneamento básico, energia elétrica 24 horas ou outras necessidades consideradas vitais, pertencer ao universo do facebook? Sentado em minha moto, descendo montanha abaixo, eu concluí: naquela aldeia não tem luz, médicos, professores ou missionários, mas tem facebook! A Bíblia vai chegar mais rápido a estes timorenses por meio do facebook.

Desde então, eu criei o “página” “Bíblia Tetun Dili”. Este “perfil” se restringe a publicações diárias de porções da tradução da Bíblia para a língua Tetun de Díli, língua falada na capital e grande parte de Timor-Leste. Essa é uma tradução ainda não concluída do Novo Testamento, mas que já temos alguns livros publicados. A partir de então, diariamente me surpreendo com o impacto e resultados obtidos por meio de mais um canal de comunicação da Palavra de Deus.

No primeiro dia de postagens, iniciando pelo Evangelho de Marcos, um jovem entrou em contato e pergunto: “O que é Evangelho? Esse Evangelho fala sobre o que?”, e passamos a diariamente receber perguntas do tipo: “Você pode me explicar melhor esse ou aquele versículo?”; “onde eu posso comprar essa Bíblia?”, “Estou sendo muito abençoado, por favor, continue postando”. A verdade é que não podemos mensurar os resultados obtidos por meio deste método de compartilhamento de Evangelho. Em alguns meses, já são quase 5 mil pessoas que diariamente recebem, curtem e compartilham para não sei mais quantas pessoas o texto bíblico. São como folhetos virtuais que não se amassam, rasgam ou são jogados no lixo.

Até aqui, navegamos com publicações na língua nacional de Timor-Leste, Tetun. Nosso próximo desafio é a publicação no facebook da tradução da Bíblia das línguas que ainda não possuem um sistema de escrita padronizado. Isto é, línguas ainda não estudadas e documentadas, pertencentes a grupos minoritários, que sequer possuem um livreto, poderão ler o texto bíblico, a primeira forma de texto escrito na sua própria língua, em muito breve, no facebook, antes mesmo de estar impresso em qualquer papel. Sl 19.7 “A lei do Senhor é perfeita e restaura a alma; o testemunho do Senhor e fiel e da sabedoria aos símplices”.

Deixe uma resposta