Ashbel Green Simonton [1834–1867]

Marcone Bezerra Carvalho
série O mundo não era digno deles





Americano, da Pensilvânia, de origem escocesa-irlandesa, presbiteriano de berço. Completou os estudos no College de New Jersey, embrião da Universidade de Princeton. Em 1852 empreendeu uma viagem pelo sul dos EUA em busca de experiência profissional e, por 1 ano e meio, dirigiu uma escola no Mississipi.
Voltando a Harrisburg em 1854, pensou em ser advogado, mas, tendo sido alcançado por um avivamento religioso que se manifestou na região, Simonton voltou à igreja, tornou-se membro e começou a sentir atração pelo ministério. O fato de ter sido dedicado a Deus quando bebê, por ocasião do seu batizado, para ser um pregador do evangelho, foi um poderoso incentivo. Assim, em 1855, ele ingressou no Seminário de Princeton.
Ainda no 1º semestre, ouviu um sermão do Rev. Charles Hodge que o fez pensar na obra missionária. Ordenado em 1859, embarcou para o Brasil e chegou ao Rio de Janeiro em 12 de agosto. Em virtude da falta de fluência na língua portuguesa, no início Simonton limitou-se a pregar em navios ancorados na Baía da Guanabara e em residências de estrangeiros. Em abril de 1860, ele conseguiu dirigir o seu 1º culto em português. Meses mais tarde, chegaram valiosos reforços na pessoa do Rev. Alexander Blackford e sua esposa Elizabeth, irmã de Simonton.
Em viagem para reconhecimento de campo, ele visitou São Paulo, Sorocaba, Itapetininga, Itu e Campinas. A partir de 1861, Simonton passou a pregar regularmente aos brasileiros (e portugueses) e, finalmente, em 12/01/1862, foi organizada a IP do Rio de Janeiro.
Após isso, Simonton regressou aos EUA para ver sua mãe enferma. Ao chegar, soube que ela havia falecido e também afligiu-se com a Guerra Civil. Falou sobre o seu trabalho em diversas igrejas e, em março de 1863, Simonton casou-se com Helen Murdoch e, quatro meses depois, o novo casal chegou ao RJ.
Em fins de junho de 1864, nove dias após o nascimento de sua filha, Helen faleceu. A criança foi criada por sua irmã e cunhado. Nesse período difícil, contou com a solidariedade de um casal amigo: George Chamberlain e Mary Annesley, fundadores da Escola Americana (atual Mackenzie). No final de 1864, o ex-padre José Manoel da Conceição foi recebido como membro da igreja. Dois dias depois, ocorreu o lançamento da Imprensa Evangélica, o 1º jornal protestante do Brasil. Simonton ainda participou da organização do Presbitério do Rio de Janeiro (1865), do Seminário Primitivo (1867) e assistiu o nascimento das IPs de São Paulo e Brotas.
Faleceu em 09/12/1867 e está enterrado no Cemitério Protestante na Consolação (SP Capital).

Creative Commons License
Ashbel Green Simonton [1834–1867] by moravios is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 4.0 International

Deixe uma resposta