Possessão

Fábio Ribas
Série Dias Índios

foto do arquivo do autor

Acordei naquela manhã e logo me deparei com o pajé dentro de casa. Ele estava “fumando” sobre uma criança. Perguntei se a criança estava doente e o filho do cacique me confirmou que sim.

– Professor, você não viu nada nesta noite?

– Não, respondi. Realmente, dessa vez fora abençoado por Deus com noites de sono bem profundo.

– Professor – continuou o filho do cacique – toda criança quando nasce tem um espírito perto dela. Ele fica assim por perto dela, mas, quando os adultos fazem alguma coisa contra a criança, o espírito avança também contra a criança.

– Como assim? Não consigo entender. Falei para o filho do cacique, que agora já vem se tornando um ótimo tradutor cultural para mim, contando histórias e me explicando as coisas na aldeia.

– Se a criança ficar doente ou se um dos pais fizer alguma coisa contra a criança, por exemplo, se a mãe não der uma comida que a criança quer, então o espírito entra na criança e ela começa a fazer assim.

– Ela teve convulsão, expliquei para ele, que fazia com a mão a mímica do que ocorrera com a criança naquela noite, tentando me explicar.

– Sim! O corpo todo dela ficou tremendo. Mas…

– Mas, o quê? Perguntei incisivamente, pois percebi que ele abaixara a cabeça, tentando entender a situação.

– Mas ele não estava doente e nem a mãe ou alguém fez alguma coisa contra ele… O pajé disse que o espírito está incomodado com outra pessoa. O pajé falou que tem uma presença aqui dentro de casa que está perturbando o espírito por isso ele avançou contra a criança…

Naquele momento, eu já tinha ouvido o suficiente para entender o que estava acontecendo. Embora eu estivesse morando numa casa com mais de 20 indígenas (nesta casa do cacique, eu já cheguei a morar com 48 indígenas, entre adultos, jovens e crianças), percebi que o “espírito” havia se incomodado com a presença do Espírito de Deus. Agora, se o “espírito” disse ao pajé que a minha presença é que era a presença estranha na casa e se eles falaram isso para o filho do cacique é algo que só o tempo irá mostrar…

Deixe uma resposta